4 de julho de 2011

Historia de terror

Durante o inverno em Magictopia existe um costume em que as melhores amigas se reúnem para contar historias de terror e comer guloseimas, é claro que tudo fica mais divertido quando Lovely resolve fazer biscoitos.
Naquela noite fria Lovely, Ice, Kaila, Giselle, Giovana e Diere estavam reunidas na sala de estar do castelo, era uma sala grande com estrelas pintadas no teto arredondado, tinha uma teve grande que estava desligada, varias almofadas e pufes espalhados pelo chão, Lovely estava num pufe em formato de flor enrolada num cobertor, Kaila estava se escondendo debaixo de um cobertor, Giselle estava contando uma lenda assustadora que existia na cidade em que morava, Ice e Giovana também estavam com medo, mas não queriam demonstrar.
De repente todas ouviram passos vindos do corredor, uma mão apareceu na porta da sala e todas soltaram um grito.
-Por que estão gritando? –Diere disse, ela tinha ido na cozinha para pegar os biscoitos, todas estavam tão entretidas que haviam se esquecido dela.
-Por nada não Diere, a gente achou que você era um fantasma- Lovely disse
Diere começou a rir e disse:
- Bem, eu já coloquei o Taiff para dormir e trouxe mais biscoitos, esses biscoitos são deliciosos!
-Obrigada- Disse Lovely ainda ofegante por causa do susto.
-Não precisam ter medo, a maioria dos fantasmas não são perigosos, alguns gostam de dar sustos, mas é muito difícil encontrar fantasmas que queiram machucar pessoas.- Disse Giselle.
-Se humanos conseguem ser maus, por que os fantasmas não...-Giovana dizia até que Ice enfiou um biscoito na boca dela.
-ICE!!! QUE IDEIA É ESSA????!!!!
-Ah! Cala a boca, a gente devia estar se borrando de medo e não discutindo sobre a natureza dos fantasmas.-Disse Ice
-Eu preciso ir ao banheiro- disse Lovely- Não terminem a historia sem mim
-Tudo bem, eu conto para a Diere a parte que ela perdeu.
Lovely tinha que passar por um longo corredor que passava pelo quarto de Ice, Kaila, Diere até chegar no seu quarto.
Na volta ela sentiu um vento muito frio vindo do quarto de Ice, “O quarto da Ice não é tão frio assim” ela pensava, “Tem alguma coisa errada”
Lovely entrou no quarto, a neve que caia magicamente no quarto estava voando no rosto dela, geralmente a neve caia tranquilamente no quarto, mas agora ventava muito. Ela espremeu os olhos para enxergar alem da neve e viu que a janela que ficava em cima da cama estava aberta.
Ela correu para fechar a janela, mas ela era muito grande e pesada, quando estava quase fechando ela sentiu algo raspar na sua cabeça, a janela finalmente fechou, mas já era tarde de mais, alguma “coisa” tinha entrado...

2 comentários: