11 de julho de 2011

Kushisake a mulher de boca rasgada- capitulo 4

-Então foi isso que aconteceu? Como vamos descobrir como derrota-lá sem a Giselle?-Diere disse
-Eu não sei, acho que foi por isso que ela foi atrás da Giselle, de algum modo ela sabia que Giselle iria descobrir algum modo de derrota-lá.
As duas pararam de conversar, elas ouviram um barulho vindo do quarto de Lovely, passaram pelo corredor entrando no quarto, Melody dormia tranquilamente ao lado da cama, elas subiram as escadas e viram que em cima da escrivaninha havia um lápis escrevendo sozinho.
“Lovely, Diere, é a Giselle, escutem, nós estamos num lugar estranho, não ouço, não vejo, nem sinto nada, a kushi sake esta se alimentando dos nossos poderes, se vocês não conseguirem derrota-lá nós iremos desaparecer, eu li num livro que ela esta num tipo de transe ela não percebe o que esta fazendo, Você tem que chamar a atenção dela, talvez ela acorde. Se isso não for o suficiente faça o feitiço abaixo”
-Giselle é um gênio, vamos, eu tive um idéia... Diere?
Lovely se virou e viu a kushi sake parada perto da escada, ela parecia que estava sorrindo com aquele enorme corte, Lovely sentiu um arrepio só de pensar.
- cinco já foram, falta apenas uma, e você? Me acha bonita?
Ela olhou para os olhos dela, tinha um tom meio verde, Lovely precisava desviar do assunto de algum jeito.
-Por dentro você é horrível.
-Como assim?
-Você traiu o seu marido, por isso ele cortou o seu rosto.
Alguma coisa mudou, ela levantou os olhos e gritou fazendo as janelas tremerem.
-EU NÃO FIZ NADA!!!!
“Acho que estou conseguindo,ou cavando o meu tumulo”-Ela pensava
-Se você não fez nada, então porque está nos atacando?
Uma voz começou a soar pelo quarto e um homem apareceu atrás da kushi sake.
-Não escute ela, mate- a agora, foi ela que disse que você me traiu
Lovely percebeu, ela estava fazendo isso por que o ex marido mandava, provavelmente havia enlouquecido antes de morrer. Antes que Lovely pudesse fazer alguma coisa a Kushi sake tirou uma tesoura e jogou, a tesoura cortou a asa de Lovely, agora ela não poderia voar. Kushi sake pegou a tesoura e se aproximou lentamente de Lovely, mas Melody apareceu bem na hora e começou a lutar contra a fantasma.
Lovely pegou os ingredientes do feitiço que Giselle mandou, e começou a fazer um desenho, suas mãos estavam tremendo, mas ele não precisava ser perfeito. Melody foi lançada contra a parede, a mulher se aproximou dela ela virou o desenho que sugou o fantasma do homem, aprisionando ele lá dentro.
Os cortes na boca da mulher se curaram, e ela começou a desaparecer, estava livre. Com um leve sorriso ela disse:
-Obrigada.
Quando Lovely abriu os olhos todas estavam olhando para ela.
-Nossa Lovely, nunca vi você dormir durante uma historia de terror- Ice disse
Lovely olhou meio confusa e perguntou:
-Vocês estão bem?
-Claro que estamos, você é que está meio estranha -Disse Giovana
Lovely continuava confusa, será que ela tinha sonhado tudo aquilo? Ela olhou para um papel que havia em sua mão, era o desenho de um homem, um calafrio percorreu a espinha.
-É a sua vez de contar uma historia-Giselle disse
Ela se levantou e começou a contar sobre o seu estranho “sonho”, kushi sake, a mulher de boca rasgada.

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada, apesar de que eu não acho que as minhas historias sejam boas, mesmo assim fico feliz q tenha gostado

      Excluir