30 de setembro de 2012

Mitologia: Slender Man


Slender man, é um homem, que veste roupa formal preta, ele é capaz de esticar seus membros, para assustar suas vitimas.Dizem que ele tem como se fossem tentáculos nas costas, ele tem a habilidade de se teletransportar, ele pode aparecer em qualquer lugar.Quando ele persegue suas vitimas, ele as deixa desesperadas, dessa forma, ele pega a vitima com mais facilidade .Ele pode apagar a memória das vitimas, porém essa tática não funciona com crianças, elas sempre lembram das aparições do"monstro"...

Essa lenda deu inspiração para alguns jogos, que estão fazendo bastante sucesso!E até filmes!
Bom, não sei se  a história é real,mas acho interessante esse tipo de lendas!Se quiserem saber mais sobre o Slender Man, e de onde surgiu a lenda, colocarei  links abaixo:
http://www.nerdmaldito.com/2012/07/slender-man-saiba-tudo-sobre-essa.html

O jogo:
http://medob.blogspot.com.br/2012/07/slender-game.html

Filme:
http://www.randonsplays.com.br/forum/showthread.php?tid=15700





29 de setembro de 2012

A Dama perfeita- Capitulo 6


                -Mas que coisa mais chata Melody!!! Não tem boca, mas canta, não tem mãos mas pode tocar, não tem pernas mas pode dançar e quando dança fica olhando para o céu, isso não faz o menor sentido!!!
                Melody começou a andar de um lado para o outro pelo quarto, juntou um pouco de poeira que estava debaixo da cama e a voar em volta do montinho de poeira o mais rápido possível.
                -O que está fazendo Melody? Vai espalhar  sujeira para tudo que é lado
                Ela começou a formar um pequeno furacão com a poeira. “Quando dança ele olha para o céu... O olho do furacão!!! O VENTO!! Ele não tem boca, mas pode cantar, não tem mãos mas pode tocar os sinos da floresta”
                -Valeu Melody,  Pega o meu livro de receitas e pode pedir o que quiser de sobremesa hoje.
                -Você respondeu mais rápido do que eu imaginava, a primeira foi Dot.
                -E quem mais você esperava? Ela é quase tão inteligente quanto você.
                -Lovely, sabe quem foi a segunda? Marina.
                -COMO??!!! Eu sei que no fundo a Marina não é burra de verdade, mas não esperava que fosse tão rápido.
                -Alguém deve ter dado a resposta para ela. Você acha que a Mita...
                -Não, as duas não são mais amigas...  Que tal Horkeus? Ele tem todos os motivos
                -Melhor ficar de olho nele, mas algo me diz que ele não é a única pessoa armando alguma coisa no concurso.
                Depois disso Lovely foi tirar satisfação com Marina na praia das sereias.
                -AH!!-Ela gritou quando viu Lovely chegar- Se afasta, toda a vez que você aparece eu acabo me dando mal.
                -Só quando você se mete onde não deve, mas não vim aqui para isso. Soube que você foi a segunda a responder a pergunta, eu achei estranho, já que você não gosta de responder charadas.
                -Você veio aqui só para cuspir veneno?
                -Diga o que sou e desaparecerei, O que eu sou?
                -OQUE??!! Soltou os últimos parafusos?
                -É uma charada, um pouco mais simples que a da Giselle.
                -Eu não preciso responder nada para você.
                Sabendo que não ia conseguir nada ali Lovely voltou para o castelo, Karim havia dito mais cedo que estava trabalhando em um colar.
                -Eu fiz umas melhorias nesse feitiço, coloquei ele dentro deste colar, assim você não vai precisar me procurar sempre que precisar do disfarce.- Karim disse entregando o colar.- Agora vamos começar a sua próxima aula.
                -Porque estou tendo a impressão que estão fazendo lavagem cerebral em mim?

26 de setembro de 2012

A Dama perfeita- Capitulo 5


                -Muito bem Lovely, coloque essa pilha de livros na cabeça e ande pela biblioteca do castelo desviando das estantes- Gisele ordenou.
                Lovely caminhou pelos corredores calmamente como se nem estivesse com alguns livros em cima da cabeça.
                -Viu? Eu disse que eu sei ser elegante quando quero- Lovely disse tirando os livros da cabeça.
                -Que vaso é esse?- Giselle apontou para um vaso do lado da estante
                -Ah? Isso? É um vaso que eu fiz no meu tempo livre, apesar de não ter nenhuma magia é um dos meus melhores trabalhos e eu sinto muito orgulho Del...
                -Segura ele pra mim? Com os livro na cabeça.- Ela disse entregando o vaso
                -Claro, O que pretende fazer?
                -Vou quebrar esse vaso- Ela disse se preparando para acertar o vaso com a vassoura dela.
                -AHHHHHHH- Lovely desviou derrubando os livros.
                -Lovely, era para você desviar com elegância e manter a calma
                -COMO VOCÊ QUER QUE EU MANTENHA A CALMA COM VOCÊ QUERENDO ME ACERTAR COM UMA VASSOURA???!!!!
                Lovely se acalmou colocou o vaso no chão e disse:
                -Pode vir
                Giselle segurou firme o cabo da vassoura e avançou contra Lovely, que abaixou e deu um soco em uma das pernas dela. Giselle caiu no chão, mas não desistiu. Enquanto Lovely se levantava  Giselle bateu nas pernas dela com a vassoura e usou o choque como impulso para dar um salto e cair de pé. Lovely abriu as asas e começou a girar bem rápido no ar para que não caísse no chão Virou de ponta cabeça e se apoiou no chão com apenas uma mão.
                - Como você conseguiu fazer isso???!!!- Giselle olhava impressionada.
                -Llana disse que asas de fada não servem apenas para voar, muita gente não sabe que elas podem ajudar a manter o equilíbrio e fazer manobras que podem desafiar a física. Mas como VOCÊ não sabia disso???!
                No dia seguinte todos estavam reunidos na sala das dos debates havia um palco no centro da sala e as cadeiras ficavam em volta, as candidatas foram entrando, enquanto Giselle anunciava o nome de cada uma.
                -Iced Cristal, Marina Rosa do Oceano, Dot Tark, Wind Fairy...
                -Por um momento todos ficaram admirando Ice e Marina. Depois não estavam acreditando que Dot, uma ogra havia entrado no concurso, alguns comentários maldosos corriam pela plateia “Quem deixou ela entrar aqui?” “Uma ogra num concurso de beleza, há! Essa é boa!!” Mas todos se calaram quando a rainha Wind Fairy entrou, alguns queixos caídos e pessoas exclamando: “Ela é idêntica a rainha Wind” ”Não há como saber, não exitem fotos dela” “É a rainha sim, deve ser o espírito dela” “Ou deve ser ela em carne e osso” “Como ela pode estar viva???!!”
                “Ah! Cara, tá todo mundo olhando pra mim, eu odeio isso, sinto como se eu estivesse com um urubu na cabeça”
                -Silencio por favor, silencio, como devem saber o concurso é dividido em 3 partes, beleza, força e inteligência. A primeira parte será de inteligência, e para começar nada melhor que uma charada para começar. Não tenho boca, língua ou garganta, mas ainda assim posso cantar, não tenho mãos, mas ainda consigo tocar instrumentos, e mesmo não tendo pernas, ao dar piruetas, eu finalmente ganho um corpo e fico olhando para o céu
                “Maldita, eu esperava que ela fizesse algo mais fácil”- Lovely pensava.
                -Vocês tem até o final do dia para darem a resposta, quem não responder será desclassificada.

25 de setembro de 2012

Poções: Tintas magicas

Hum... Eu tava meio em duvida se eu ia postar sobre tintas com flores, ou tintas usadas em feitiços, escolhi a segunda opção.
As tintas magicas em geral devem ser feitas durante a lua crescente, já os horários, depende da sua intenção, a tinta deve ser aplicada com uma caneta pena (sabe? aquelas penas super legais que as pessoas usam para escrever? Então...)

Há dois modos de se fazer a base, comprando tinta normal, ou fabricando (mais difícil):
Ingredientes:
²/3 de água para ¹/3 de álcool isopropílico
Um pouco de Mástique (borracha lentisca) ou borracha arábica (eu também não faço ideia do que seja isso)

Preparo:
Misture todos os ingredientes e quando ficar homogêneo coloque em um frasco e tampe bem para ser usado mais tarde.

Tintas especiais:
(Ai ai... Preciso estudar isso mais profundamente isso...*suspiro)
Faça um circulo magico e ilumine com velas da mesma cor que a tinta, depois pegue a base e acrescente os outros ingredientes em pó e um pouco de corante para dar a cor a tinta.
*Enquanto estiver fazendo a tinta, diga três vezes o encantamento da receita (que pode mudar de receita para a outra)
Quando terminar, finalize dizendo esse encantamento para consagrar:


 “Consecro te atramentum ad demiurgum,
consecro te atramentum ad magiam,
consecro te utilitatem mean solum.”

Acho que é algo como:
"Consagre a tinta do rei supremo,
consagre a tinta magica.
consagre meus interesses"

Guarde a tinta em um frasco visualizando uma luz impregnar nela, coloque uma etiqueta no frasco e guarde em um lugar protegido da luz.

Esse é o básico, semana que vem eu posto algumas receitas, enquanto isso seria interessante tentar criar um tinta magica.


Fontes:
http://www.astrologosastrologia.com.pt/magiabruxaria_ingredientes_magicos&tinta_magica&formulas_magicas.htm

24 de setembro de 2012

A Dama perfeita- Capitulo 4


                -Ela não era só uma fada, ela era A Fada, dizem que reunia todas as qualidades das 4 principais famílias de fadas, bondade dos ventos, paciência da terra, elegância da água e confiança do fogo.
                -Isso parece tãoooo legal- Karim disse levantando voo – Estou louca para começar.
                -Começar? Com o que? Giselleeeee!!!
                -Karim vai usar um disfarce de fada madrinha em você- Ela explicou
                Karim começou a dar voltas e mais voltas em torno de Lovely , Os cabelos negros de Lovely começaram a ficar dourados e compridos, os olhos se tornaram azuis, seu rosto ficou mais delicado e suas roupas viraram um vestido cinza com mangas brancas.
                Ela saiu correndo do Atelier e foi se olhar no espelho ela começou a cutucar a própria bochecha dando risadinhas.
                -Cara... Isso é muito estranho... Mas é tão legal!!!- Ela disse começando a mexer no próprio cabelo.
                -Estou vendo que esta se divertindo, mas nós temos que começar as aulas e depois te inscrever.
                -Nome?- A mulher com uma prancheta perguntou.
                -Lo... Wind, fada do ar, 18 anos.
                A mulher olhou para a garota loira parada completamente ereta na sua frente.
                -...Wind?
                -Sim, Wind Fairy.
                A mulher fez a inscrição um tanto confusa, as outras pessoas olhavam espantadas para “Wind” que saia caminhando elegantemente, parecia que nem estava tocando o chão.- Ela é a rainha?- As pessoas perguntavam umas as outras- Não pode ser, a rainha Wind morreu a mais de 500 anos- Outros respondiam.
                Logo que ela saiu as outras pessoas a seguiram para ver onde ela ia, mas a fada desapareceu.
                -Vocês viram?- Ice comentava durante o jantar- Dizem que o “fantasma” da rainha Wind entrou no concurso de beleza da Giselle.
                -Isso tá ficando interessante- Lovely disse levando a taça a boca, Giselle a encarou durante alguns segundos.
                -Eu acho que ela é só mais uma fada do ar qualquer, deve ser insegura, e pacifica, não vai ficar muito tempo- Ice continuou.
                -Ah Ice, nem todas as fadas do ar são inseguras.
                -Até agora nenhuma fada do ar me enfrentou.
                -Ice...Quase ninguém tem coragem de te enfrentar...
                -Você tem razão Lovely.- Ela disse cortando um bife delicadamente
                -Dot entrou no concurso- Kaila interrompeu.
                -Isso realmente ta ficando muito interessante.- Lovely disse sorrindo
                -A única que pode me competir comigo é a Marina, e ela não é do tipo lutadora ou que pensa rápido.
                -E você por acaso pensa rápido?- Kaila disse rindo e Lovely começou a rir junto com ela também.
                -Calem a boca vocês duas!!!!!

22 de setembro de 2012

A Dama perfeita- Capitulo 3


-Não acredito que você vai entrar nesse concurso de beleza besta, Dot. Você sabe que não se por usar nenhum tipo de magia na parte de beleza né?
-Eu sei, porque todo mundo fica falando isso?- Perguntou a pequena ogra- Beleza é um ponto de vista. Seria muito legal se eu ganhasse, mas eu estou lá mesmo é para competir.
-Ouvi as duas falando sobre o concurso de beleza?- Lance apareceu- Tenho más noticias, parece que estão tentando sabotar os votos.
-Como assim?- As duas perguntaram
-É verdade- Sabrina entrou logo em seguida- Horkeus quer que todos os caçadores votem na Marina.
                -Marina? Mas a Lovely disse que ela tem namorado. Não gosto disso, Horkeus não é do tipo que trapaceia por pouco, ele deve estar planejando algo maior- Dot disse
                -VOCÊ QUEREM QUE EU ENTRE NO CONCURSO DISFARÇADA???!!! PORQUE???!!!
                -Por que parece que estão tentando sabotar o concurso, e você vai cuidar para que tudo de certo.
                -Não era isso que eu queria saber, mas... VOCÊ É A ORGANIZADORA, VOCÊ QUE DEVERIA CUIDAR PARA QUE TUDO DE CERTO!!
                -Não tenho tempo para ficar prestando atenção nos competidores, a Ice também esta competindo, e não pode investigar disfarçada. Diere está ocupada...
                -E eu estou OQUE??!!! Não posso nem respirar que o Alcem já vem encher o saco “Lovely isso, Lovely aquilo...”
                -Na verdade alteza Lovely, eu concordei completamente em te liberar das suas tarefas reais para poder entrar no concurso.- Alcem apareceu voando com a sua mochila.
                -Isso ta bom demais para ser verdade, qual é a pegadinha?- Ela disse cruzando os braços.
                -Bem... nós vamos treinar você para se portar como uma dama. E fazer o possível para ganhar
                -Ah, só isso? Vão me ensinar a fazer coisas que eu já sei, mas não tenho a mínima vontade de pratica.... Pera.... GANHAR???!!! PORQUE EU TENHO QUE GANHAR???!!!
                -Isso foi uma das minhas condições- Alcem disse- Será um treinamento perfeito para você alteza.
                -Mano... Eu to com muita vontade de te machucar.
                - E parece que querem que Marina ganhe o concurso. Tenho medo de que ela esteja em perigo, Horkeus ganhou o concurso dos garotos.
                -E você acha que ele pretende fazer alguma coisa com a vencedora durante o jantar... Como uma poção do amor?
                -Exatamente, ele pode simplesmente pegar uma poção no seu quarto e colocar na comida dela. Eu sei que não gosta da Marina, mas sei que não vai deixar isso acontecer. Sem falar que nós não sabemos se a Marina será a vitima.
                -Tudo bem, tudo bem, eu faço. . . Mas... Eu vou disfarçada de que?
                -Precisamos de um exemplo, alguém que todos vão querer apoiar.- Karim disse se empolgando
                -Wind?- Lovely sugeriu
                -A Rainha fada?- Karim olhou curiosa.

19 de setembro de 2012

A Dama perfeita- Capitulo 2


-Respire fundo, e relaxe, veja todos os seus problemas e preocupações desaparecerem.- Llana dizia sentada no chão
-Isso é tão chato, logo logo eu vou dormir, pra que eu preciso aprender isso? Eu já sei controlar o crescimento das plantas, fazer feitiços intermediários.- Lovely disse se jogando no chão
-Levite aquele copo de água até aqui- Ela apontou.
Lovely se concentrou no copo que estava em cima da mesa  a água tremeu um pouco mas não fez muita coisa, “concentre-se”- Ela pensava. Começou a tentar lembrar de algo que a deixasse com raiva. “O que você vai fazer da vida Tati?”- Uma voz ecoava na mente dela enquanto ela repetia mentalmente “Cala a boca, cala a boca, cala a boca, NÃO É DA SUA CONTA!!!” Nessa mesma hora o copo explodiu jogando cacos de vidro para todos os lados. Llana criou um escudo de energia para deter os cacos. Depois ela se levantou calmamente, se concentrou e os cacos e a água que estava no chão começaram a flutuar no ar e voltaram a ser um copo de vidro cheio de água, Llana segurou o copo sem dizer nada, apenas ficou olhando para a água enquanto agitava o copo.
-Desculpe- Lovely disse meio sem jeito.
-É sempre assim, toda a vez que você precisa de concentrar, ou nada acontece, ou você explode alguma coisa. Paciência não é só esperar sem reclamar, ouvir insultos sem reagir, só isso não basta.
-Já disse, eu não consigo fazer objeto flutuarem, feitiços avançados, nem nada dessas coisa.
-Se continuar dizendo isso..
-Nunca irei conseguir, eu sei, eu sei, você já disse isso mais de mil vezes.
-Não se trata de usar raiva, alegria ou emoções, você precisa ser teimosa o suficiente para não desistir e paciente para encontrar a resposta, porque não passa um tempo com outras fadas da terra, se afastar um pouco da agitação de ser uma rainha.
-Não posso, a minha “sombra” fica marcando compromisso para mim o tempo todo, não consigo nem mais ficar criando do meu atelier.
-Bem, acabamos por hoje, mas antes vou lhe dar algumas dicas, redirecione sua teimosia e paciência para o lado certo, mantenha a calma quando for tomar alguma decisão, e quanto aos seus problemas pessoais... Tente ser corajosa, você já enfrentou coisas piores.
-Hunf. Pra ela é fácil falar.
Lovely foi para o Atelier passar o tempo antes que o seu ajudante aparecesse, Melody estava brincando com algumas folhas de papel e potes de tinta. Quando viu Lovely chegar, ela limpou as patas e a ponta da calda e foi mostrar o desenho para ela. Lovely se sentou na cadeira que ficava perto da escrivaninha. Melody voou e se sentou na escrivaninha com o desenho na boca, era um mapa de Magictopia, Tinha o castelo, as montanhas dos dragões, o campo dos unicórnios, a casa mau assombrada, a floresta das ninfas com a arvore gigante que dava ovos de animais bem no centro, havia a pequena costa da praia das sereias e um rio que cortava o mapa.
-É mais bonito que o que eu fiz quando eu era pequena, vou colocar do lado do meu- Ela disse prendendo na madeira da estante.- Se eu soubesse que governar fosse tão chato... Isso não mudaria nada...- Ela disse suspirando
Melody deitou no colo dela tentando animar Lovely.
-Você tem razão, não posso ficar para baixo, amanhã eu vou treinar algumas receitas para vocês provarem ok?
-Melody começou a voar pelo atelier alegremente
-Lovely!- uma voz chamou ela do lado de fora.- Posso entrar?
-Estranho, essa não é a voz do Alcem...Entra
Giselle abriu a porta um pouco preocupada junto com Karim e Mita.
-Preciso que me faça um favor.- Ela disse

18 de setembro de 2012

Poção para concentração

Ingredientes:
Uma sodalita (acho que vou falar sobre ela essa sexta)
Camomila
Mel

Preparo:
Faça um chá de camomila e energize a sodalita que deve estar "limpa" (preciso fazer um tutorial de uso de pedras). Coe o chá e adoce com mel, jogue a sodalita no chá, respire fundo três vezes e beba o chá com calma (e não vai me engolir a pedra). Depois lave a pedra em água corrente, olhe para ela dizendo: " Em você agora eu me concentro, minhas forças se dirigem sabiamente a um objetivo, sou concentrado(a)".
Coloque a sodalita em cima de alguma coisa que represente no que você quer se concentrar.

Fontes:
http://gatomistico.blogspot.com.br/2008/09/poo-para-concentrao.html

17 de setembro de 2012

A Dama perfeita- Capitulo 1


Marina estava analisando o microfone azul com uma clave de sol, ela passava ele de uma mão para a outra, começou a cantar o refrão de uma musica que ela estava lendo. Sua voz ficou completamente alterada enquanto ela cantava, soava bela e harmoniosa. Ela afastou o microfone e sua voz voltou ao normal.
-Não podia ter aparecido ocasião melhor para eu testar esse artefato.- Ela disse sorrindo
Horkeus estava olhando para uma espada pendurada na parede, nela estava escrito: “Vencedor do 1º concurso Cavalheiro Perfeito, 2012” Ele sorriu olhando para a carta que havia recebido:
“Prezado senhor Horkeus,
Parabéns pela vitoria no primeiro concurso do Cavalheiro Perfeito, como já deve saber o concurso da dama perfeita será realizado daqui alguns dias, a vencedora, assim como você ganhará um jantar no castelo de Magictopia, oferecido pela rainha Lovely, sem nenhum compromisso entre os vencedores.
                                                               Atenciosamente, Giselle, Aprendiz da diretora Dara”
-Isso parece interessante. -Ele disse sorrindo
-Dara saiu de férias por um mês e a primeira coisa que você faz é organizar um concurso de beleza- Lovely disse indignada- Quem é você e o que fez com a Giselle?
-Não é só um concurso de beleza, é quase um evento cultural, disfarçado de concurso de beleza, vão ter varias provas de inteligência, batalha, talento e... Beleza.
-Não acredito que me convenceu a cozinhar para o Horkeus e uma garota convencida. Aliais, ainda não acredito que o Horkeus ganhou, porque não colocou uma categoria de caráter no concurso?
-Ele é inteligente, estrategista e foi o que ganhou mais votos, ele só é meio estúpido as vezes. Mas como vai o seu mandato como rainha?
-EU VOU MORREERR SE CONTINUAR!!!-Ela disse choramingando- É muito chato!!! A Dara saiu e adivinha o que ela fez para eu cumprir bem o meu papel como rainha?
-ALTEZA LOVELY!!!!- Um homenzinho com cerca de 10cm de altura apareceu voando, ele não tinha asas, mas sim uma espécie de mochila com hélices.
-Já conheceu a minha dama de companhia?- Lovely disse apontando para o homenzinho.
-Isso é um Homunculo? Meu deus!!! Eu nunca tinha visto um de verdade!! Quem foi o criador dele?
-E eu vou saber? Dara disse que era de um alquimista amigo dela, e ele é muito chato!!
-Alteza Lovely, eu agradeceria se a senhorita me respeitasse, meu nome é Alcem III. Preciso lembra lá dos seus compromissos reais, por acaso já escreveu o cardápio para os vencedores do concurso? Aliais, senhorita Giselle, achei inspirador você organizar um concurso onde inteligência, talento, força e beleza são postos em prova.
-Puxa saco- Lovely disse tossindo
-Eu ouvi isso alteza- Ele disse se virando- O que está fazendo aqui? Você deveria estar se arrumando para a sua aula com Llana. 

16 de setembro de 2012

Mitologia: Chupa Cabra


Chupa cabra, chupa o sangue de vários animais,como:
ovelhas,galinhas,cachorros, e é óbvio, cabras.
As aparições começaram em 1995,em Porto rico, quando 8 cabras foram encontradas mortas...
Começaram a ter aparições no Brasil em 1996-1997, mas o "monstrinho" não atacava somente cabras,nem somente chupava o sangue dos animais,eles também eram mutilados...

Descrito de diversas maneiras, como:
Tamanho de um filhote de urso,um animal com espinhos do pescoço até a cauda,com cara de cachorro ou pantera...

Mas da mesma forma como ele surgiu repentinamente, também desapareceu,deixando um mistério...


15 de setembro de 2012

Sombras no metro de São Paulo- Capitulo 12


                Elas acordaram em um túnel do metro com Ice de pé tentando atrasar as sombras que estavam do outro lado da parede de gelo
                -Diere, sabe virar algum animal que emita luz?-Giovana perguntou
                -Posso imitar o brilho de um vagalume
                -Ice, abra o gelo e crie vários espelhos para refletir a luz. E Lovely... Deixa eu ver o seu braço?
                Assim que Lovely deu o braço para ela Giovana fez um corte no braço dela.
                -AI!!!!! FICOU LOUCA????!!!!Porque fez isso??!!!
                -Sangue de fada pode matar eles.
                -E PORQUE NÃO CORTOU O SEU PROPRIO BRAÇO??!!!!?? Meu lindo braçinho... Ele ta doendo, snif
                -Como é dramática.- Ela disse se preparando- Diere, agora.
                Assim que Diere começou a brilhar as sombras recuaram, todas, menos a maior de todas, a que havia falando com Giovana enquanto ela estava presa na ilusão.
                -Você acha que esse brilho pode me amedrontar?
                -Não, mas isso vai- Ela disse afundando a adaga no crânio dele.
                O líder das sombras começou a gritar com aquela voz de cortar a alma e quando elas se deram conta estavam de volta no vagão do metro.
                -O que aconteceu?- Ice perguntou- Aquilo que aconteceu, aconteceu mesmo?
                -Nós escapamos- Giovana suspirou aliviada
                -Gente, não tinha um homem sentado naquele banco?- Diere disse apontando
                -Não, ele nunca existiu...- Giovana disse se sentando.
                -Tinha sim, antes de sermos capturadas ele estava sentado ali, porque esta dizendo que ele nunca existiu?
                -Porque ele foi devorado pelas sombras, e quem é devorado por uma sombra deixa de exitir, ele nunca entrou nesse trem porque ele nem ao menos nasceu.
                -Está me dizendo que quem é morto por uma sombra deixa de existir, existir existir??
                -Exatamente, é como se o tempo parasse enquanto estamos presas com eles, e quando escapamos nós voltamos exatamente onde estávamos antes de cair na ilusão- Ela disse se levantando e descendo do metro ao chegar na estação, no relógio só havia passado alguns minutos desde que elas haviam entrado no vagão- E então. Para que lado nós vamos- Giovana disse olhando para as outras que estavam espantadas.

12 de setembro de 2012

Sombras no metro de São Paulo- Capitulo 11


                -Porque ela não quer ser encontrada
                -Seu raciocínio é meio lerdo não é?
                -Se você não percebeu isso até agora quem tem o raciocínio lerdo é você.
                -... Isso vai ter volta. Agora coloca essa cabeça para pensar como vamos fazer para encontrar a Diere
                -Vão embora!!- Uma voz ecoou pela escuridão
                -Diere?
                -O que estão fazendo aqui? Eu não quero vocês aqui!!!! Vão embora!!!
                -Diere, o que aconteceu? Nós somos suas amigas
                -Eu não tenho amigos, todos eles me abandonaram inclusive você!!! Como pode?
                -Porque é que elas acham que um dia eu vou abandonar elas?
                De repente uma sombra apareceu e segurou o Lovely pelos cabelos.
                -Você nunca vai sair daqui!!!!- Ele Disse erguendo ela no ar
                -M-me solta!!!Giovana faça alguma coisa- Ela disse tentando se virar, mas Giovana também estava presa por outra sombra.
                Diere começou a se afastar com medo, mas quando estava prestes a desaparecer na escuridão ela parou e olhou para trás.
                -Não... Isso não esta certo!!! Garras de tigre- Ela disse atacando uma das sombras que desapareceu no ar.
                Lovely se levantou e olhou para Giovana.
                -Isso foi uma das suas ilusões? FICOU LOUCA?!!!! TEM IDEIA DE COMO ISSO DOEU???!!!
                -Relaxa Lovely, precisamos sair daqui
                -Onde estamos, o que aconteceu?- Diere perguntava confusa
                -Basicamente caímos em uma armadilha (para variar) e precisamos sair daqui antes que sejamos mortas.- Lovely disse

11 de setembro de 2012

Plantas: Orégano

Origanum vulgare, parente da Manjerona, supostamente seu nome significaria, erva picante, ou alguns dizem que significava para os gregos, alegria da montanha. Ela também é chamada de Manjerona selvagem.


Cultivo:
Gosta de solos bem adubados, sem ervas daninhas e sol, com espaçamento de 20 a 30 centímetros. Rega com moderação, ele não gosta de muita água e deve ser protegido de ventos fortes. A colheira deve ser realizada antes da floração,

Na medicina:
É um estimulante para o estomago, usado para perda de apetite, dificuldades na digestão, e gases. Antiespasmódico, expectorante (ajuda na eliminação do catarro, eca!), antisséptico, diurético e sudorifico (resumindo ele ajuda a limpar o organismo.)
Também pode ser usado contra insonia e estresse (acho que camomila ajuda mais), seu chá ajuda a passar o enjoo em alto mar.

Na magia:
Dizem que estimula o intelecto e a clarividência. Como eu disse no começo do post o seu nome significaria, alegria da montanha, porque os gregos acreditavam que a planta trazia felicidade.

Na Culinária:
É muito usado em pizzas em geral, é o que dá o sabor de "pizza".. Antigamente era usado pelos gregos para temperar carnes e vinhos.
Melhor eu não ficar falando muito de culinária porque é algo muito amplo, mas ele pode ser usado para massa, molhos, óleos, vinagre, vegetais, e sopas basicamente.
Para intensificar o sabor, aperte as folhas de leve com as mãos.

Fontes:
http://www.fazfacil.com.br/jardim/erva_oregano.html
http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/oregano/oregano.php
http://www.frutasnobrasil.com/oregano.html
http://www.outramedicina.com/6/quais-sao-as-propriedades-curativas-do-oregano
http://prazeresdamesa.uol.com.br/exibirMateria/1881/toda-a-magia-das-ervas
http://www.jardimdeflores.com.br/ERVAS/ervas1.html

10 de setembro de 2012

Sombras no metro de São Paulo- Capitulo10


                -Digam que você tem alguma coisa que produza luz.
                -Tinha o meu celular- Lovely disse- Mas acho que esta sem bateria.
                -A Diere!!!! Ela pode se transformar em animais, é só ela acender uma bunda de vagalume.- Ice falou.
                -Mano... Só eu acho que isso soou muito fútil e estúpido?- Lovely disse se virando para Ice.
                -Ice, acorde e tente atrasar as sombras, eu e Lovely vamos acordar a Diere.
                Ice abriu os olhos, ela estava em um túnel escuro sentada no chão, ela se levantou bem rápido com nojo de encostar no chão e nas paredes, só ai percebeu que as sombras estavam vindo para cima delas depois de desviar das fagulhas da caixa de força que Giovana acertou. Ice sacou a espada dizendo.
                -Você vão pagar caro por aquele pesadelo...
                -Não sabia que você tinha tanto medo de ser cruel.
                -Quando eu começo a agir de modo cruel sinto como se uma parte de mim estivesse livre e a outra estivesse morrendo. Llana me disse que eu consigo ignorar bem provocações, mas se eu precisar tomar uma atitude, eu não consigo manter a calma, ou eu ignoro, ou eu passo dos limites.
                -Foi por isso que ela te passou a tarefa de fazer uma missão sem usar a violência?
                -É... Giovana, você já sabia sobre essas sombras não é? Porque não nos avisou criatura!!!!!???
                -Quando eu vi uma sombra pela primeira vez, eu tive muita sorte de escapar com vida...
                -E como você ia escapar com morte?
                -Cala a boca! Antes de fugir deles, minha garganta foi costurada com um fio encantado, de modo que eu não poderia contar a ninguem sobre as sombras, a não ser que essa pessoa já tivesse encontrado uma.
                -Fio encantado? Isso deve ter doido
                -Na verdade eu nem senti, mas toda vez que eu tentava contar a alguem sobre elas, minha voz não saia... Há quanto tempo estamos andando?
                -Não sei... Para onde a gente tinha que ir mesmo?
                -Isso não é bom, Estamos vagando pelo nada há muito tempo já era para termos visto a Diere.
                -Como vamos achar ela nessa escuridão, espera... como eu estou vendo você se aqui esta tudo escuro?
                -Luz e sombra são simbólicas nessa ilusão, a luz representa os nossos espíritos, quando ela apagar completamente, as sombras saberão que a fada esta indefesa, do contrario, nossos poderes iam mata-los de dentro para fora.
                -Porque você não era assim durante as aulas?
                -Você esta desviando do foco, Nos não estamos encontrando a diere, isso significa que ela não quer ser encontrada...

9 de setembro de 2012

Mitologia:Anjos-hierarquia angelical

Serafins:(Príncipe Metatron)
Tem poderes de purificação e iluminação,eles espalham o principio da vida universal...

Querubins:(Príncipe Raziel)
Eles zelam pela ordenação do caos universal,pela sabedoria e nos oferecem os conhecimentos e as idéias 

Tronos:Príncipe Tzaphkiel 
Apresentam o sentido de união ao homem,inspiram o homem a arte, a poesia e a música. Sua função é nos prover a paz e a união entre os homens

Dominações:(Príncipe Tsadkiel)
Dão força ao homem para vencer seu "inimigo interior",auxiliam nas questões e conflitos que precisam de solução imediata e despertam no homem força para dominar a si próprio.

Potências: Príncipe Camael
Responsa´veis por defender os homens de seus "inimigos exteriores",zelam pelos 4 elementos,protegem a natureza contra o desequelíbrio   ambiental.

Virtudes:(Príncipe Haniel)
Realizam os milagres da cura,oferecem discernimento ao homem, retiram obstáculos que podem interferir no cumprimento das ordens do "Criador"

Principados:(Príncipe Raphael)
São responsáveis dos reinos,estado e países,preservam as riquezas da Terra(fauna,flora ,minerais)São os anjos que levam avisos Divinos.

Arcanjos:(Príncipe Mikael)
Invocado para dar força,coragem ,energia e proteção,responsáveis por transmissões de mensagens importantes ,lideram os anjos e são responsáveis pelo reino animal.

Anjos:(Príncipe Gabriel)


Zelam pelo homem e seu desenvolvimento espiritual ,cuidam de nossa segurança e intuem a pessoa que está sob sua guarda,desde que elas nascem.



Quem quiser saber mais sobre esse assunto:
http://anjosarcanjosedevas.blogspot.com.br/2009/03/hierarquia-angelical.html

8 de setembro de 2012

Sombras no metro de São Paulo- Capitulo 9


-TÁA!! Você é a prima dela, o que você conhece a Ice e a Diere melhor do que eu, por isso eu fui te acordar primeiro. O que faz a Ice ser a Ice?
                -Torrar a minha paciência, socar a cara de todos mundo,ouvir metal, explodir tudo...Não, quem explode com tudo sou eu...- Ela disse rindo consigo mesma
                -LOVELY!!! O elemento oculto, animal!!!!
                -Ahhhhh!! Isso!!! É confiança, sabe, ela é o tipo de pessoa que quando esta no fundo do poço se você jogar uma pá para ela, corre, porque ela vai escalar o poço usando a pá e bater ela na sua cabeça.
                Ice estava no chão segurando os próprios joelho e se balançando para frente para trás.
                -Ahhh, Mano, isso tá muito triste, olha pra ela!! A gente não pode deixar ela assim-Lovely apontou para Ice, depois segurou Ice pelos ombros e ficou balançando ela- Iceeeee!!! Você tem que levantar!!! Diz que eu sou doida, chata, faz alguma coisa esnobe.
                -Não me machuca, não me machuca!!!-Ela dizia chorando
                Lovely largou ela dizendo- Isso não vai dar certo...
                -Eu tive uma ideia- Giovana disse criando uma ilusão
                Era um garoto da escola em Magictopia, ele apontava e ria da cara de Ice. A fada continuava no chão chorando.
                -Até parece que uma fracassada como você um dia foi uma rainha, você não é bonita, não é forte, não é nada.- Ele dizia
                -Não acha que está pegando pesado?- Lovely disse preocupada.
                -Ainda nem comecei a pegar pesado.
                O garoto segurou Ice pelos cabelos e levantou ela dizendo:
                -Você nunca será alguém enquanto estiver viva.
                Ice que até o momento só estava tremendo e chorando, soltou um leve suspiro de gelo, ela abriu os olhos e segurou o pescoço dele com uma das mãos.
                -Repete que eu sou uma fracassada e será a ultima coisa que vai passar pela sua garganta, seu inútil- Ela disse arremessando dele.
                -Eu acho que ela voltou- Lovey disse se virando para Giovana
                Ice foi na direção das duas e deu um soco no braço de Lovely.
                -EI!!! Porque fez isso?
                -Você nos arrastou para esse inferno!!! Tem ideia de como foi horrível me sentir uma inútil? Parecia... Parecia até que eu havia trocado de lugar com você!!!
                -Puxa Ice, to começando a sentir falta do seu outro jeito.

5 de setembro de 2012

Sombras no metro de São Paulo- Capitulo 8


                -Todas aquelas pessoas correndo pelas suas vidas, morrendo de medo de mim...
                Giovana soltou um palavrão e bateu a mão na própria testa.
                -Eu podia dar um soco nela aqui mesmo, mas vou precisar dela para acordar as outras- Ela disse a si mesma- Lovely, você não é cruel, você adora ver as pessoas felizes ao seu redor.
                -É porque eu me alimento disso, só por isso...
                -Brincadeira... Só porque seus poderes aumentam não significa que você faça isso por interesse, você é legal com quem ama, e as vezes é chata com todo mundo.
                -E se no fundo eu realmente for cruel?
                -Então me mate agora e diga que a única coisa que há dentro de você é ódio.
                -Eu... eu... eu não posso... Você tem razão Giovana- Ela disse se levantando- Eu adoro espalhar alegria, mesmo que precise criar um pouco de caos.
                -Agora me diga... Quem você é?
                -Meu nome é Lovelina Lotus, o botão do amor. Ainda tenho que desabrochar, e não vou fazer isso nesse lago de sangue!!!
                A Ilusão começou a perder a forma e elas foram parar em um lugar muito claro e completamente vazio.
                -Ah!- Lovely suspirou abrindo os braços- É tão bom ver a luz de novo!! Onde estamos?
                -Na ilusão da Ice. Lugarzinho estranho.
                -Me deixem sozinha...- Uma voz ecoou pela sala
                -O que foi isso?
                -Parecia a Ice. Vamos perguntar para aquela velinha.
                -Lovely... Aquela velhinha É a Ice!
                Ela tinha cabelos brancos, parecia que o tempo na ilusão passou muito rápido.
                -Rainha Lovely...É uma honra estar na sua presença- Ela disse se curvando
                -Giovana...- Lovely cochichou- Você tem certeza que essa é a ice?
                -Tenho, olhe para ela, ela lembra a ice, e esta usando as mesmas roupas.
                -Ice... É você?
                -Eu não sou digna de receber o nome Iced Cristal, Isso é um nome de uma líder, uma guerreira, uma fada...
                -O que aconteceu? Você está velha...E feia- Giovana disse
                -GIOVANA!!!- Lovely olhou para ela- Para de encher o saco e me ajuda a trazer ela de volta.
                -Não sei, ela ta bem menos chata, gostei dela assim.
                -GIOVANA!!!

3 de setembro de 2012

Sombras no metro de São Paulo- Capitulo 7


                A sombra se aproximou ameaçadoramente de Giovana, enquanto ela via as outras caindo na armadinha.
                -Fadas realmente são criaturas estranhas- Ela disse não acreditando no que via.
                -Concordo, em apenas alguns minutos fizemos uma fada que poderia dar a vida pelos amigos se tornar uma menina egoísta, uma fada do amor se tornar cruel, e uma fada da confiança se tornar insegura.
                -Ela vão sair dessa...
                -Gostei do seu novo visual... Isso foi trauma do nosso ultimo encontro? O seu cabelo criando vida e se enroscando no seu pescoço, cada vez mais difícil de respirar, você se sente cada vez mais sufocada.
                Giovana esfregou o pescoço desesperada como se estivesse sufocada. Ela pegou a adaga e avançou na sombra que se desfez no ar.
-Eu cai na armadilha também, não é? Aquela historia sobre eu ser imune era invenção...
                -Você nunca vai sair daqui.-Ele disse se curvando sobre a fada, Giovana fechou os olhos tentando encontrar um modo de derrotar a sombra.
                “Fadas das trevas podem controlar as escuridão, onde não houver escuridão, haverá luz, teoricamente nós podemos controlar a luz. Sugue toda a escuridão, ai a luz irá surgir.”
                Tudo continuava escuro, mas Giovana ouvia as sombras gritando, estava dando certo, só precisava continuar até a ilusão deles enfraquecer.
                -Você não vai escapar- Ele gritou.
                Giovana sentia as garras dele apertando o seu pescoço, ele realmente estava apertando o pescoço dela na vida real.
                -Vou te matar aqui mesmo, melhor perder uma fada do que ficar sem nenhuma.
Giovana acordou da ilusão e viu a sombra erguendo ela no ar e apertando o pescoço dela com uma só mão.
                -Mas não vai mesmo- Ela disse acertando o olho dele com uma adaga- Eu sou Giovana, a fada da liberdade, e não vou ser prisioneira de uma ilusão!!!- Depois de se soltar ela bateu com toda a força em uma caixa de energia, faíscas começaram a pular para tudo que era lado e as sombras se afastaram. Giovana correu para o lado de Lovely e começou a balançar ela com toda a força.
                -ACORDA ESTRUPICIO, NÓS VAMOS MORRER AQUI!!!!- Mas Lovely nem se mexeu- Isso não está dando certo, elas estão muito no fundo para acordarem, eu vou ter que entrar, essas fagulhas não vão segurar eles por muito tempo...
                Giovana entrou dentro na ilusão onde Lovely estava presa, estava tudo vermelho, o chão, o teto, as paredes, Giovana ficou pensando se aquilo era o sangue daquele velho, não estava muito a fim de descobrir, haviam varios espinhos de plantas espalhados pela estação. Viu Lovely sentada na escada do metro olhando para o chão.
                -Ô! Lovely!!! Acorda!
                -Isso foi divertido...
                -O que foi divertido?

2 de setembro de 2012

Mitologia: Anjos


Anjos...São seres muito complicados de se definir,cada um acredita neles de uma maneira diferente...
Temos os anjos,segundo o Catolicismo:
São criaturas espirituais,ligados a milagres,também vistos como mensageiros de Deus...
(Existem várias outras religiões que vem os anjos deformas diferentes como : espiritismo, hinduísmo,budismo,cristianismo esotérico,cabala,etc...Então,vamos pular as outras religiões se não o post vai ficar gigante)

Anjos da guarda pessoal:
Anjos que nos acompanham desde nosso nascimento, até o final de nossas vidas. Eles nos protegem,nos dão força...Cada um de nós temos um, e depende de nossa data de nascimento...
(Se quiser saber qual seu anjo da guarda,tome cuidado, alguns sites são enganações)

Anjos da guarda especial:
É como o anjo da guarda pessoal,porém nos acompanha em todas as encarnações,e  nos conhecem como ninguém...

A hierarquia é:
Serafins,Querubins,Tronos,Dominações,Potências,Virtudes,Principados,Arcanjos(bem conhecidos),Anjos
Deu pra vocês repararem que é um assunto muito extenso,certo?Vou dividir esse post,então pra semana que vem,vou falar um pouco mais sobre a hierarquia...



Alguns links para quem quer saber mais:


http://pt.wikipedia.org/wiki/Anjo

http://opoderdosanjos.blogspot.com.br/2009/06/quem-e-o-nosso-anjo.html




1 de setembro de 2012

Sombras no metro de São Paulo- Capitulo 6


                Ice caminhava pela estação olhando para os lados resmungando:
                -Como aquelas bestas conseguiram se perder? Será que eu sou a única adulta por aqui?
                “sempre tão orgulhosa, o que aconteceria se perdesse tudo que te faz sentir especial?”
                -Quem disse isso?- Ela disse se virando- Apareça!!
                Ice viu Dara se aproximar com uma expressão séria no rosto.
                -Ice, eu estive pensando, Magictopia caiu uma vez por que as três rainhas discutiram, por isso de agora em diante só haverá uma rainha, Lovely.
                -Mas.. Mas, você não pode fazer isso...
                -Já conversei com ela, e ela já aprovou, Lovely vai ser a única governante.
                -Ela não faria isso...Só pode ser mais uma das brincadeiras da Lovely, há há ha, boa, agora onde ela tá?
                Mas Dara continuava séria, ela não estava brincando.
                -Ah- Ice disse- Tudo bem então, ser uma rainha deve ser uma chatice mesmo, como a Lovely disse.
                -Olha quem está vindo ai, Ice a estranha.-Um garoto ria apontando para ela
                -O que? Você perdeu a noção do perigo rapaz?- Ela disse dando um soco no rosto dele, mas o garoto segurou o punho dela e torceu, Ice soltou um grito de dor. O garoto soltou o punho dela e ela recuou.
                -O que foi? Resolveu bancar a corajosa?
                -Minha força!- Ela disse olhando para o próprio punho- Ela sumiu!!
                -Você ta ficando cada dia mais estranha- Ele disse indo embora rindo.
                -Mas o que é isso? Fui parar em uma dimensão alternativa? Eu não estou conseguindo pensar direito.
                -Você nunca pensou direito Ice- Vozes ecoavam pela estação- Ice, a estranha, Ice a estranha...
                Ice começou a correr pela estação que ficava cada vez mais escura mas parou ao passar por um espelho.
                -Meu rosto... O que foi que aconteceu com ele?...
                Havia varias marcas espalhadas pelo rosto e o lábio dela estava com uma cicatriz.
                “Como se sente agora que não tem mais nada para se orgulhar? Perdeu a sua confiança?”
                -Eu não sou ninguem...